Software Security Development Lifecycle (SSDLC)

RESUMO

O SSDLC (Software Security Development Lifecycle) é uma metodologia que integra práticas de segurança em todas as fases do ciclo de vida do desenvolvimento de software. O principal objetivo é identificar e corrigir vulnerabilidades de segurança desde o início, garantindo que o software final seja robusto contra ataques e conforme os requisitos de segurança. A aplicação desta metodologia ajuda a mitigar riscos, evitar falhas de segurança e reduzir custos de correção tardia.

Conhecimento

Para aplicar adequadamente o SSDLC, é necessário conhecimento prévio em:

  • Princípios básicos de segurança da informação: Inclui conceitos de confidencialidade, integridade e disponibilidade.
  • Desenvolvimento seguro de software: Conhecimento sobre práticas de codificação segura, ameaças comuns e padrões de segurança.
  • Modelagem de ameaças: Habilidade para identificar e analisar possíveis ameaças ao software.
  • Ferramentas de análise de vulnerabilidades: Conhecimento sobre ferramentas de análise estática e dinâmica de código.

Estrutura (Especialidades)

Para a condução do SSDLC, são necessárias diversas competências e papéis, tanto na EximiaCo quanto do lado do cliente:

Equipe da EximiaCo

  • Consultor de Segurança de Software: Especialista em práticas de desenvolvimento seguro e modelagem de ameaças.
  • Analista de Vulnerabilidades: Profissional responsável por identificar e avaliar vulnerabilidades no software.
  • Engenheiro de Segurança: Especialista em implementação de controles de segurança e integração de ferramentas de segurança.

Equipe do Cliente

  • Desenvolvedores: Equipe de desenvolvimento que será treinada e orientada para seguir as práticas de segurança.
  • Gestores de Projeto: Responsáveis por coordenar a aplicação do SSDLC dentro dos prazos e escopos definidos.
  • Administradores de Sistemas: Profissionais que garantirão a implementação adequada dos controles de segurança nos ambientes de desenvolvimento e produção.

Recursos Necessários

  • Ferramentas de análise de vulnerabilidades (SAST, DAST, IAST).
  • Ambiente de desenvolvimento seguro.
  • Documentação de políticas e procedimentos de segurança.

Método

O SSDLC é dividido em várias macro etapas, cada uma com atividades específicas:

  1. Formação de um Enabling Team
    • Esta etapa é essencial se a metodologia implicar no desenvolvimento de uma capability digital no cliente. A equipe é responsável por liderar a implementação das práticas de SSDLC.
  2. Planejamento a. Definição dos requisitos de segurança. b. Identificação de regulamentos e conformidades aplicáveis. c. Planejamento das atividades de segurança ao longo do ciclo de vida do projeto.
  3. Análise a. Modelagem de ameaças para identificar possíveis riscos. b. Avaliação de arquitetura para verificar pontos fracos. c. Definição de casos de uso seguro.
  4. Design a. Especificação de requisitos de segurança para o design. b. Revisão de design com foco em segurança. c. Desenvolvimento de testes de segurança.
  5. Implementação a. Aplicação de práticas de codificação segura. b. Uso de ferramentas de análise estática de código. c. Revisão de código com foco em segurança.
  6. Testes a. Testes de segurança integrados ao ciclo de testes de software. b. Análise dinâmica e interativa de segurança. c. Correção de vulnerabilidades identificadas.
  7. Implantação a. Verificação final de segurança antes do lançamento. b. Implementação de monitoramento contínuo. c. Treinamento e conscientização para a equipe de operações.
  8. Manutenção a. Revisões periódicas de segurança. b. Atualização de controles de segurança conforme novas ameaças. c. Incorporação de feedback e lições aprendidas.

O esforço e duração para a conclusão dos trabalhos podem variar conforme o tamanho e complexidade do projeto, mas geralmente um ciclo completo de SSDLC pode durar entre 6 a 12 meses.

Indicadores

Os principais indicadores de progresso na aplicação do SSDLC incluem:

  • Número de vulnerabilidades identificadas e corrigidas.
  • Percentual de conformidade com os requisitos de segurança definidos.
  • Redução no tempo de resposta a incidentes de segurança.
  • Aderência aos prazos de cada etapa do SSDLC.

Governança

A governança do SSDLC envolve a coordenação entre a consultoria e o cliente para garantir que os objetivos de segurança sejam atingidos. As práticas de governança incluem:

  • Reuniões regulares de acompanhamento: Revisão do progresso e ajustes necessários.
  • Relatórios de status: Documentação das atividades e resultados obtidos.
  • Auditorias de segurança: Verificação independente da eficácia das práticas de segurança implementadas.

Conclusão e Fase-out

Os principais entregáveis da consultoria incluem:

  • Relatórios de análise de vulnerabilidades e recomendações de mitigação.
  • Documentação de políticas e procedimentos de segurança.
  • Ferramentas configuradas para análise contínua de segurança.
  • Treinamento e capacitação das equipes do cliente.

O rito de entrega envolve a apresentação formal dos resultados, treinamento final e uma transição gradual da responsabilidade de monitoramento e manutenção para a equipe do cliente.

Gostaria de mais informações?

Se você tem interesse neste assunto ou gostaria de mais informações sobre como a EximiaCo pode ajudar a sua empresa a utilizar a tecnologia para gerar mais resultados, entre em contato conosco.

OFERTAS ASSOCIADAS

Confira as ofertas que utilizam esta metodologia:

Consultoria em Arquitetura de Software

Assessment de Segurança

0
Gostaríamos de ouvir sua opinião!x

Tenho interesse em conversar

Se você está querendo gerar mais resultados através da tecnologia, preencha este formulário que um de nossos consultores entrará em contato com você:

Área de colaboradores

Esse ambiente é de acesso restrito à equipe de colaboradores da EximiaCo.

Trabalha na EximiaCo? Então conecte-se com sua conta: